Tentando escapar da zona da degola, Internacional revê Argel contra o Vitória

Antigo treinador da equipe gaúcha faz estreia pelo novo clube

Estadão Conteúdo

15 de setembro de 2016 | 07h00

Cada vez mais preocupado com a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Internacional vai enfrentar um conhecido rival nesta quinta-feira, às 21 horas. Argel Fucks, demitido pelo clube gaúcho no início de julho, vai revisitar o estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 25.ª rodada, desta vez como treinador do Vitória, cargo que assumiu nesta terça. O jogo é um duelo direto na briga para fugir da zona da degola.

O Internacional entrará em campo nesta quinta-feira já dentro da zona do rebaixamento. O time caiu para a 17.ª colocação em razão do empate do Figueirense com o América-MG, nesta quarta. A equipe catarinense chegou aos 28 pontos, um acima da gaúcha. Desta forma, os gaúchos farão um duelo de desesperados contra o Vitória, que figura na 18.ª e antepenúltima colocação, com 26 pontos.

O confronto é temeroso para a equipe gaúcha porque o Vitória também está pressionado. Vem de duas derrotas seguidas. O último revés, diante do Flamengo, custou o emprego do técnico Vagner Mancini. Por essa razão, o resultado positivo é determinante tanto para o Internacional sair da zona da degola quanto para afundar um rival direto nesta briga entre os últimos colocados.

O time gaúcho, que chegou a liderar o Brasileirão, vinha flertando com a zona de rebaixamento nas últimas rodadas. A equipe comandada pelo técnico Celso Roth chegou a acumular uma série de 14 jogos sem vitória no Brasileirão. A sequência foi quebrada no triunfo sobre o Santos. Porém, na rodada seguinte, sofreu revés para o Atlético Paranaense.

A nova derrota voltou a arrastar a sombra da desconfiança sobre os gaúchos. É por essa razão que Celso Roth cobrou mais iniciativa da equipe em campo, principalmente por jogar em casa. "O Inter tem que se impor. Contra o Santos, a gente fez valer o fator casa", disse o treinador, citando o último triunfo do Inter no Brasileiro, na semana passada.

Preocupado com os erros da equipe no jogo do último domingo, o treinador terá o reforço de Paulão na zaga. O defensor fora desfalque na rodada passada por ter sofrido uma concussão cerebral nos primeiros minutos do duelo com o Santos. No domingo, foi poupado por precaução.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.