Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Terans desencanta e comemora vitória do Atlético-MG no Beira-Rio

Uruguaio marcou o gol da vitória atleticana sobre o Inter, nesta quarta-feira

Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2018 | 22h30

A noite desta quarta-feira foi especial para o uruguaio Terans. Contratado junto ao Danubio-URU, o meia de 24 anos marcou o seu primeiro gol com a camisa do Atlético-MG na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional, no Beira-Rio. E ele foi muito importante para o time de Levir Culpi se aproximar da classificação à Copa Libertadores.

O gol marcado pelo uruguaio aos 47 minutos do segundo tempo manteve o Atlético-MG na sexta colocação, com 56 pontos, seis a mais que o Atlético-PR, principal adversário a uma vaga na principal competição sul-americana.

"Era um jogo muito difícil, contra um time muito bom. Fico feliz pelo gol e pelo time ter saído com os três pontos, que são importantes para conseguirmos a vaga na Libertadores", comemorou Terans, já projetando a vaga na fase preliminar da competição internacional.

O técnico Levir Culpi mais uma vez aprovou o empenho de seus jogadores, ressaltando a eficiência no aproveitamento ofensivo. "No primeiro tempo a gente criou várias chances. No segundo tempo, sofremos uma pressão e nos defendemos mais, o que era natural", explicou.

Levir desconsiderou o fato de que um dirigente do colorado gaúcho tinha comentado que o time mineiro iria "pagar o pato" pela derrota para o Botafogo, por 1 a 0, na rodada passada. O técnico Odair Hellman também usou a expressão "pagar a conta". "Não existe nada nisso. Não usei nada com meus jogadores porque é algo natural, que a gente fala aqui no Brasil. Mas não houve maldade de ninguém, não se fez isso para ofender", disse enfático.

No sábado, o Atlético-MG enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, e encerra a participação no Brasileirão no dia 2 de dezembro, diante do Botafogo, em Belo Horizonte (MG).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.