RUBENS CHIRI/ SÃO PAULO
RUBENS CHIRI/ SÃO PAULO

Terceiro mais amarelado do Brasileirão, São Paulo tem quatro pendurados

Se receberem cartão diante do Sport, jogadores não poderão atuar no encerramento do primeiro turno

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

09 Agosto 2018 | 11h00

Passar despercebido pela arbitragem não vem sendo o forte do líder São Paulo neste Campeonato Brasileiro. Por isso a preocupação diante do Sport, domingo, no Recife, quando terá quatro jogadores pendurados e correndo o risco de desfalcarem a equipe no último jogo do primeiro turno, contra a Chapecoense, dia 19, no Morumbi: Reinaldo, Nenê, Jucilei e Liziero. Como os dois últimos brigam por uma vaga, serão três pendurados iniciando a partida. 

Terceiro time mais advertido do torneio com cartões amarelos, o São Paulo já recebeu 49 em 17 jogos, o que dá uma média de quase três por confronto. Além disso, foram três cartões vermelhos. A equipe mais amarelada foi o Palmeiras, com 56, seguido pelo Vitória, com 53.

Há um quinto elemento do grupo dirigido por Diego Aguirre que também acumula dois cartões, mas que não vem jogando. Trata-se do lateral Régis, que enfrentou problemas pessoais e passou um tempo afastado até ser reintegrado recentemente à rotina de treinamentos.

O São Paulo lidera o Brasileirão com 35 pontos, um a mais em relação ao Flamengo. Confira aqui a tabela completa do torneio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.