Terry diz que Inglaterra se reunirá para discutir erros

A Inglaterra está em um ambiente de crise depois dos decepcionantes empates com Estados Unidos e Argélia, e o técnico Fabio Capello convocou para este domingo um a reunião para analisar os erros cometidos nas duas primeiras partidas da Copa do Mundo da África do Sul.

AE, Agência Estado

20 de junho de 2010 | 13h23

O zagueiro John Terry negou que exista diferença entre os jogadores e Capello, mas reconheceu que falta ao time personalidade e que entende porque os torcedores o vaiaram após o empate por 0 a 0 com a Argélia. "Teremos uma reunião esta noite e veremos a partida [contra a Argélia] para analisar os erros. Os jogadores têm que dizer o que pensam", expressou Terry.

O zagueiro, porém, garantiu que todos apoiam Capello e desmentiu que exista qualquer mal-estar no plantel. "Vi algumas notícias nesta manhã. Em nome dos meus companheiros, posso dizer que não acontece nada. Estamos decepcionados pela partida, mas há que recuperar e ganhar o próximo".

Depois de empatar por 1 a 1 com Estados Unidos e 0 a 0 com a Argélia, a Inglaterra tem dois pontos no Grupo C e precisará vencer a Eslovênia na quarta-feira para avançar às oitavas de final.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolInglaterraJohn Terry

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.