Divulgação/ CHelsea
Divulgação/ CHelsea

John Terry pagará funeral de fã de 8 anos que morreu de leucemia

Tommi Miller conheceu o elenco do Chelsea no ano passado

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2016 | 11h53

O capitão do Chelsea, John Terry, vai pagar o funeral de um torcedor de 8 anos que morreu de leucemia no mês passado. O ex-capitão da seleção da Inglaterra e outros jogadores do Chelsea se encontraram com Tommi Miller em Stamford Bridge após uma partida no ano passado.

Terry, que atualmente está lesionado, disse à imprensa que ficou "arrasado" ao saber da morte de Tommi, e quer que a criança tenha "a despedida que merece". "Estou muito admirada", disse a mãe do garoto, Ruth, "porque Tommi era um grande fã de John Terry em particular".

Um amigo da família Miller, que vivem em Cambridge, contactou Terry através da redes sociais para perguntar se ele gostaria de contribuir com os custos, informou a BBC nesta terça-feira. Terry, então, decidiu dar a sua contribuição e bancar com os custos do enterro, estimado em 1,6 mil libras (aproximadamente R$ 8,1 mil).

O funeral será realizado na quinta-feira. Cem balões azuis serão lançado para o céu durante o enterro, e os participantes vão usar camisetas do Cambridge United ou do Chelsea. "Nós não queremos um funeral tradicional", disse Ruth Miller ao Cambridge News.

Tommi, que foi diagnosticado com leucemia aos três anos, recebeu correspondências de Terry e do Chelsea quando estava internado. "Foi um choque quando ouvimos (o gesto de Terry de contribuir com o funeral). Tommi obviamente deixou uma grande impressão sobre ele", concluiu a mãe da criança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.