Terry perde posto de capitão da Inglaterra por questões pessoais

John Terry perdeu a faixa de capitão da seleção inglesa nesta sexta-feira depois de uma rápida reunião com o técnico Fabio Capello, informou a associação de futebol do país (FA, na sigla em inglês).

REUTERS

05 de fevereiro de 2010 | 14h56

O zagueiro do Chelsea, que tornou-se capitão da Inglaterra em 2006 com o técnico Steve McClaren, foi alvo de intensa especulação da mídia após alegações sobre sua vida pessoal.

"Após muito pensar tomei a decisão de que será melhor para mim tirar a braçadeira de capitão de John Terry", disse Capello, segundo o site da FA.

"Como capitão, com a equipe, John Terry teve um comportamento extremamente positivo. Porém, tenho que levar em conta outras considerações e o que é melhor para toda a seleção inglesa."

"O que é melhor para toda a equipe foi o que determinou minha escolha", completou Capello.

O italiano manteve Terry como capitão ao assumir a Inglaterra em 2008 e desde então a equipe evoluiu, classificando-se de maneira fácil para a Copa da África do Sul.

Entretanto, a vida de Terry, casado e pai duas crianças, gerou especulações, depois de suposto caso de infidelidade, e sua permanência como capitão foi questionada.

(Reportagem de Martyn Herman)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLATERRATERRY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.