Teste revela que São Paulo está "voando"

A bateria de testes feita no São Paulo, sexta-feira, no revolucionário Soccer Test, de qualidade dinamarquesa, com pequena adaptação dos preparadores físicos do Morumbi, serviu para comprovar que o time está "voando". Todos os jogadores aprovaram na maratona de exercícios, segundo o preparador Carlinhos Neves. Apenas Ricardinho, Ailton e Thiago, que vêm de contusões, terão trabalho um pouco mais forte e diferenciado dos demais companheiros. Para recuperar o ritmo de jogo, já que também tiveram resultado satisfatório. Se o time está bem das pernas, qual seria o motivo para aqueles ?cinco minutos de pane? que acontecem durante as partidas e são cruciais para a perda de pontos importantes? Para Gustavo Nery, que já atuou em 7 posições com a camisa tricolor, o problema é psicológico. "Sempre quando temos a oportunidade de ultrapassar os líderes do Brasileiro, ficamos pensando em seus jogos e não fazemos a nossa parte", informou. "Não podemos mais oscilar, precisamos parar de bobear. Temos é de ganhar e depois ver o que aconteceu com os rivais." Para isso, os jogadores fizeram um pacto. Na verdade, adotaram uma nova filosofia, desde o jogo contra o Vasco. Assumiram que empatar em competição de pontos corridos não é uma boa e agora querem "se acostumar com as vitórias." Assim, o Figueirense que se cuide no domingo. E nem o fato de ter vencido Cruzeiro e Santos (líderes com 55 pontos), em casa, parece assustar. "Eles não são uma equipe grande. Temos de nos impor e trazer os três pontos", concluiu Nery, que após a partida da seleção brasileira com a Colômbia, onde Zé Roberto se destacou, ganho ânimo para voltar a vestir a amarelinha. "Também sou um jogador de multiplas funções e quando atuava contra ele, travávamos belos duelos." Indignação - O atacante Rico estava uma fera hoje, no CT da Barra Funda. "Poxa, é brincadeira, assisti este jogo só para ver o Luís (Fabiano) e o cara nem entrou. Vem fazendo vários gols e não é aproveitado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.