Tevez avisa que está de passagem

A contratação milionária de Carlos Tevez deixou a torcida corintiana empolgada. O jogador argentino ainda não se apresentou, pois ainda tem compromissos com o Boca Juniors, mas já causa grande expectativa. Ele também mostrou-se ansioso por jogar no Brasil, mas avisou que está apenas de passagem no Parque São Jorge. Seu objetivo é o futebol europeu.Na quarta-feira, Tevez esteve no Brasil para defender o Boca na semifinal da Copa Sul-Americana, contra o Inter. Evitou os jornalistas o quanto pôde. Mas, diante do enorme assédio da imprensa após o empate que classificou o time argentino, comentou sobre seu futuro. ?Não conheço muito o Corinthians, mas estou feliz por jogar no Brasil. Depois eu vou para a Europa. Todos precisam buscar o melhor e é o que eu estou fazendo. Quando tempo vou jogar no Corinthians? Eu não sei", revelou.Na verdade, existe a possibilidade de Tevez seguir para a Europa já em junho do ano que vem, após ficar apenas 6 meses no Corinthians. Mas seu procurador, Adrian Ruocco, disse que o mais provável é que o astro argentino saia do Parque São Jorge só depois da Copa do Mundo de 2006.Por enquanto, Tevez continua no Boca Juniors. Tem compromisso até o dia 15 de dezembro, quando o time argentino decidirá em casa, no estádio La Bombonera, o título da Copa Sul-Americana - contra LDU ou Bolívar. Depois, se apresenta ao Corinthians, ainda com data indefinida, mas com direito a uma grande festa que está sendo preparada pela MSI, a nova parceira corintiana, que investiu US$ 19,5 milhões para contratá-lo. Em Porto Alegre, Tevez também voltou a dizer que o fato de São Paulo não ser muito longe de Buenos Aires pesou em sua decisão de acertar com o Corinthians. ?Eu quero ficar perto da minha família agora", admitiu. "Não conheço direito São Paulo. Só fui lá algumas vezes que fui jogar com o Boca. Agora vou conhecer." Apesar da tristeza por deixar o clube que o revelou - "Quero sair com o título da Copa Sul-Americana? -, Tevez está ansioso para conhecer seu novo time. "Soube que a torcida do Corinthians é apaixonada como a do Boca Juniors. Espero que seja assim mesmo", afirmou o ídolo argentino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.