Tevez fratura perna de rival e lamenta: 'Vou pedir perdão'

Atacante argentino diz que não foi mal intencionado no lance

Estadão Conteúdo

20 de setembro de 2015 | 10h33

Carlitos Tevez foi o grande personagem da vitória do Boca Juniors sobre o Argentinos Juniors no último sábado, por 3 a 1, pelo Campeonato Argentino. Não só pelos dois gols marcados, mas também pela duríssima entrada que acabou resultando em uma fratura exposta na tíbia da perna direita de Ezequiel Ham, autor do gol do adversário. O ex-atacante do Corinthians lamentou o ocorrido e garantiu que não teve intenção de machucar o rival.

"É uma pena, porque fui na bola, não fui mal-intencionado. Ele é um garoto, na hora me disse que eu o fiz mal e isso me deixa triste, porque não quis fazer. Nunca fiz mal a ninguém jogando futebol, é a primeira vez. Agora vou vê-lo e lhe pedirei perdão", disse Tevez após a partida.

No lance, o atacante do Boca Juniors foi para a dividida com o pé alto, deixando a sola na perna de Ham, que imediatamente caiu acusando muitas dores. O ocorrido revoltou o técnico do Argentinos Juniors, o ex-jogador Néstor Gorosito, que ignorou o pedido de desculpas de Tevez e disparou contra o atleta.

"A entrada do Tevez foi claramente de propósito. Ele foi para pegar. Nós, que jogamos futebol, sabemos", declarou. "Agora, que não se faça de afligido. Estava a metros e ficou claro que ele solou. Isto acontece sempre com a gente."

Ham deixou o campo e foi imediatamente encaminhado ao hospital, onde já passou por cirurgia. Em uma rede social, o jogador falou sobre a lesão. "Quero agradecer a todo mundo, minha família, noiva, amigos e conhecidos. É um momento muito difícil, que tenho que atravessar, e com o apoio de vocês vou seguir adiante e melhor que antes. Muitíssimo obrigado", escreveu em sua página no Twitter.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.