Tevez marca dois gols e arrasa no jogo

Após três atuações discretas nos clássicos paulistas, Tevez finalmente desencantou num jogo importante. Autor de dois gols sobre o Cianorte, o argentino mostrou, com muita raça, que a Fiel pode, sim, confiar nele. "Foi uma vitória com muita garra", festejou o argentino.Cercado por câmeras e microfones, o jogador, que em três meses de Brasil ainda não conseguiu melhorar em quase nada o seu "portunhol", se disse maravilhado com a presença e a força da torcida no Pacaembu. "Foi uma noite muito especial. Todo mundo achou que o Corinthians estava morto, mas a torcida nos deu muita força para conseguirmos a vitória", disse o atacante, que completou: "Fico muito contente porque a equipe se superou em campo".A classificação teve um sabor especial para Tevez. Ele passou por uma semana agitada. Na sexta-feira, nasceu na Argentina sua primeira filha, Florencia, fruto de um namoro já encerrado. Na segunda, um meio-irmão do atacante foi preso em Buenos Aires por porte ilegal de armas.Tevez não quis comentar o assunto. Mas deixou claro ontem que nenhum fator extra-campo irá afetar seu rendimento. "Não sei se foi meu melhor jogo, mas com certeza foi o melhor do time no ano", disse ele.Herói foi Betão - Humilde, o argentino falou que não se sentia como o herói da classificação. Preferiu eleger o zagueiro Betão como o destaque da partida. "Pela luta em campo, o Betão foi o herói", disse Tevez.Questionado em seguida se o Corinthians passa a ser o favorito na Copa do Brasil - tem um caminho teoricamente fácil pela frente, o atacante garantiu que não, lembrando as dificuldades impostas pelo próprio Cianorte. "E agora as coisas vão ficar ainda mais difíceis", disse o argentino. O próximo adversário será o Figueirense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.