REUTERS/Marcos Brindicci
REUTERS/Marcos Brindicci

Tevez passa em branco na reestreia, mas Boca vence e assume a ponta

La Bombonera recebeu um público de 60 mil torcedores

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2015 | 19h01

Carlitos Tevez só não teve um retorno perfeito ao Boca Juniors porque não marcou um gol. De resto, foi da maneira como os 60 mil torcedores que lotaram o estádio de La Bombonera, em Buenos Aires, esperavam. O atacante fez uma ótima apresentação, com dribles e arrancadas, e ajudou na vitória sobre o Quilmes por 2 a 1, neste sábado, pela 17.ª rodada do Campeonato Argentino.

A partida contou com a presença do ídolo Diego Maradona, que estendeu uma faixa em seu camarote agradecendo ao jogador por ignorar o lado financeiro e acertar o seu retorno ao clube. Tevez retribuiu com belas jogadas, como um chapéu no adversário no primeiro lance de partida e, pouco depois, um elástico. Também deu um bom chute a gol que o goleiro espalmou para escanteio.

Mas o primeiro gol saiu aos 26 minutos com Palacios, sem a participação do craque. Na etapa final, Jonathan Calleri marcou um golaço. Ele tentou dar assistência para Tevez, a bola voltou e, de letra, encobriu o goleiro adversário. O Quilmes ainda descontou com Canelo.

A vitória levou o Boca Juniors para a liderança da competição com 37 pontos, um a mais que o rival San Lorenzo. Na próxima rodada, a equipe de Tevez encara o Belgrano, terceiro colocado com 33 pontos, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.