Tevez quer ser o artilheiro do Brasil

Dois gols e passes precisos para outros três (dois de Roger e um de Sebá). Carlitos Tevez foi novamente a principal figura do Corinthians em campo, a grande referência no ataque, jogando de costas para os zagueiros e abrindo espaços para os companheiros. E mostrando a boa e velha raça argentina, como sempre. "Fico muito feliz por ter ajudado novamente o Corinthians a sair com a vitória. Foi um jogo muito difícil", declarou o atacante. Nem precisava, mas Tevez contou ainda com seu principal "amuleto da sorte": no Dia dos Pais, o argentino teve a torcida especial de sua filhinha Florencia nas tribunas do Moisés Lucarelli, em Campinas. Foi a primeira vez que Tevez levou sua filha para um jogo longe do Pacaembu. Nas três oportunidades anteriores, Florencia mostrou ser um ótimo "amuleto da sorte": o Timão venceu Paysandu (3 a 2), Cruzeiro (4 a 3) e Coritiba (3 a 0). Florencia mostrou mais uma vez que é pé quente. "É muito bom ter Florencia comigo no jogo", declarou Tevez, na véspera. A menina chegou ao estádio nos braços da mãe, Vanessa, que estava acompanhada por um segurança. O primeiro gol de Tevez foi de pênalti. O segundo saiu quando a Ponte mais pressionava, num chute forte, aos 29 da etapa final. Antes, Tevez já havia dado dois gols para Roger. Depois, Carlitos ainda arranjou tempo e solidariedade para deixar seu compatriota Sebá em condições de apenas empurrar a bola para a rede - foi o primeiro gol do zagueiro pelo Corinthians. "Fico feliz por poder ajudar um companheiro. Ele passou momentos difíceis aqui no Brasil." Tevez chegou hoje a nove gols no Campeonato Brasileiro. Já entrou na briga pela artilharia da competição. "Seria muito bom ser artilheiro", disse o jogador. O argentino é o principal goleador do Corinthians no Brasileirão e na temporada, com 20 no total. Carlitos se esforça para dar pontos ao Corinthians agora, porque pode desfalcar a equipe nas próximas rodadas. Ele será julgado em breve pela expulsão no jogo contra o São Caetano por ofensas ao árbitro Anselmo da Costa. O argentino pode levar um gancho de seis jogos. O julgamento ainda não foi marcado. Tevez está preocupadíssimo com uma possível suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.