Roberto Tronci/EFE - 12.01.2014
Roberto Tronci/EFE - 12.01.2014

Tevez se recusa a falar sobre falta de chance na seleção argentina

Atacante nunca foi convocado pelo técnico Alejandro Sabella, no comando desde 2011

AE-AP, Agência Estado

17 de janeiro de 2014 | 16h41

TURIM - A ótima fase vivida por Carlitos Tevez na Juventus não tem sido suficiente para que o técnico Alejandro Sabella dê uma chance para o atacante na seleção argentina. Sem nunca ter sido convocado pelo treinador, o jogador já demonstra desânimo quanto à possibilidade de disputar a Copa do Mundo desse ano, no Brasil.

Em entrevista ao jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Tevez demonstrou todo esse desânimo ao ser perguntado sobre o Mundial. "Não quero falar por enquanto", disse o argentino, que ressaltou o fato de não ter sido chamado nos últimos meses mesmo atravessando bom momento.

Normalmente polêmico, Tevez fugiu das declarações controversas e também preferiu não comentar sobre a alegação de Diego Maradona. O maior ídolo da história do futebol argentino afirmou que o atacante só não está sendo convocado para a seleção porque se desentendeu com o presidente da Associação de Futebol Argentina, Julio Grondona.

Sobre o futuro, Tevez voltou a manifestar o carinho pelo Boca Juniors e garantiu que voltará ao clube antes de encerrar a carreira. "O Boca é minha vida, a equipe que sempre amei. Não esquecerei jamais de quando estreei, com menos de 18 anos", comentou. "Voltarei, isto é certeza, mas agora penso apenas na Juventus. Estou muito bem em Turim, onde nascerá meu próximo filho."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.