Thiago Cunha abre relação entre Palmeiras e Iraty

Autor de dois belos gols na vitória por 3 a 0 sobre o Vasco pela Copa Sul-Americana na quarta, o atacante Thiago Cunha é vinculado ao Iraty, um pequeno clube paranaense usado como "laranja" para que os empresários Sérgio Malucelli e Juan Figer registrem seus jogadores.Malucelli é amigo de longa data de Vanderlei Luxemburgo e foi Figer quem levou o treinador para o Real Madrid em 2005. A ligação entre eles faz com que Luxemburgo tenha acesso facilitado a jogadores do Iraty. O técnico considera isso uma vantagem, lembrando que muitos atletas do Iraty obtêm destaque no cenário brasileiro, como o zagueiro Alex Silva e o volante Cléber Santana. "Vou trazer quantos jogadores do Iraty achar necessário."Luxemburgo chegou a levar nove jogadores do Iraty para o Santos em sua última passagem pelo clube entre 2006 e 2007. A maior parte desses atletas nem chega a atuar pelo clube paranaense, que serve como "laranja". Muitos sequer sabem as cores de seu uniforme, que são azul e branco. É o caso de Thiago Cunha. Ele jogava pelo Santa Cruz, assinou com o Iraty, teve parte de seus direitos comprados pela Traffic e foi levado para testes no Palmeiras. Aprovado, assinou até julho de 2009. Segundo Luxemburgo, deve ser só o primeiro a fazer esse caminho. "Se tiver mais atletas interessantes do Iraty, não tem problema algum", diz o gerente de futebol Toninho Cecílio.De acordo com Toninho, o treinador pediu permissão para que Thiago Cunha passasse por um período de 20 dias de testes. "Pediu minha opinião e só depois que aprovamos o jogador foi feito um contrato."Na coletiva concedida após a vitória sobre o Vasco, na quarta, Luxemburgo chegou a se exaltar quando questionado sobre sua relação com o Iraty. O treinador lembrou que há jogadores do clube em vários times, como Corinthians, Coritiba, Ponte Preta e Sport. "Qual é o problema em ter jogadores do Iraty?".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.