Ricardo Duarte / S.C. Internacional
Ricardo Duarte / S.C. Internacional

Thiago Galhardo garante união no Internacional: 'O grupo está fechado'

Autor do gol da vitória contra o Coritiba, Guerrero relata tristeza após eliminação no Gaúcho

Redação, O Estado de S. Paulo

09 de agosto de 2020 | 00h31

A estreia do Internacional com vitória sobre o Coritiba, por 1 a 0, neste sábado à noite, no estádio Couto Pereira, tirou um peso das costas dos jogadores gaúchos. Quatro dias após serem eliminados do Estadual com derrota para o rival Grêmio, os colorados garantem que começaram vida nova. "O nosso grupo está fechado", garantiu o meia Thiago Galhardo.

Ele entrou no jogo somente aos 22 minutos do segundo tempo, tendo sido poupado justamente pelo desgaste físico do Gre-Nal, ao lado do também meia Boschilia. Galhardo fez o passe para o gol único de Paolo Guerrero, aos 26 minutos.

"O Gaúcho é passado para nós. Agora estamos focados no Campeonato Brasileiro, que é de pontos corridos, e também na volta da Copa do Brasil. O grupo está fechado e provou isso hoje. O técnico fez algumas mudanças, mas quem entrou deu conta do recado. O time manteve o mesmo ritmo de jogo", ressaltou Galhardo.

O meia ainda revelou outro ponto importante nos planos da comissão técnica. "Nós queremos somar pontos fora de casa, porque sabemos que em casa nosso time é muito forte. Isso mostra a importância destes primeiros três pontos", apontou.

Para Guerrero, autor do gol da vitória, começar o Brasileiro vencendo ajuda a esquecer os momentos de decepção e de pressão após a eliminação nas semifinais do segundo turno do gaúcho. "Fiquei triste, chateado. Mas o futebol é assim mesmo e a gente precisa sempre pensar no próximo jogo. Eu sabia que o jogo aqui seria muito pegado, mas o time reagiu bem e mereceu vencer", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.