Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Diretoria do São Paulo confirma permanência de Alexandre Pato

Atacante poderia ser vendido pelo Corinthians

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

31 de agosto de 2015 | 12h53

(Atualizado às 19h27)

O atacante Alexandre Pato fica no São Paulo. Depois de a confirmação ter sido feita nesta segunda-feira, na entrevista coletiva do volante Thiago Mendes, os diretores do clube reafirmaram que o atacante não será vendido nesta janela de transferências para o futebol europeu. 

"Não há mais tempo. Por contrato, a gente tem 48 horas para dar uma resposta. Se a janela fecha daqui a menos do que isso, não tem mais como eles chegarem com uma proposta. O Pato vai ficar, felizmente. Acabou esse assunto", afirmou Ataíde Gil Guerreiro, vice-presidente de futebol do São Paulo. 

Horas antes, o anúncia havia feito pelo próprio companheiro de Pato. "Posso dizer que o Pato vai permanecer no São Paulo. Conversamos no vestiário e ele nos disse", disse. "Fizemos uma brincadeira e perguntamos se ele iria ficar ou sair. Ele respondeu que iria ficar. Se saísse, faria muita falta, mas como vai permanecer, vai nos ajudar bastante. Espero que ele seja feliz", completou o volante.

O São Paulo confiava na permanência de Pato pela vontade do jogador e também por causa de uma cláusula no contrato de empréstimo. Segundo o documento, o valor que obriga o São Paulo a liberar o atacante seria de 20 milhões de euros (R$ 80 milhões) caso ocorra atrasos no pagamento dos direitos de imagem, obrigação dos alvinegros. O Corinthians tem uma interpretação diferente e afirma que pode vendê-lo por 10 milhões de euros.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSão Paulo FCPatoThiago Mendes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.