Mauricio Val/Divulgação - 14/5/2011
Mauricio Val/Divulgação - 14/5/2011

Thiago Neves admite que Flamengo precisa melhorar

Jogador não está satisfeito com o rendimento da equipe carioca e pede evolução

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2011 | 14h45

RIO - O Flamengo encerrou uma sequência de 10 tropeços no Campeonato Brasileiro com a vitória por 2 a 1 sobre o América Mineiro no último sábado, mas Thiago Neves ainda não está satisfeito com o rendimento da equipe. Para o meia, a equipe ainda precisa evoluir para superar o São Paulo, domingo, no Estádio do Morumbi, pela 27.ª rodada da competição.

"Temos que melhorar a marcação, o ataque... Precisamos pensar assim sempre, até porque também temos o peso de brigar pelo título. Mesmo que seja com um gol de mão, temos que ganhar o jogo. Uma vitória será muito importante para encostarmos no grupo da frente", explicou.

A partida de domingo deverá marcar a reestreia de Luis Fabiano pelo São Paulo. Para Thiago Neves, porém, o centroavante não pode ser a única preocupação do time da Gávea, já que o adversário possui outros jogadores qualificados. Além disso, ele exaltou os talentos do elenco do time carioca.

"O Luís Fabiano preocupa sempre, até pela qualidade que tem. Ele vai querer mostrar trabalho em sua volta. Além dele, eles têm o Rivaldo, o Lucas, Casemiro... Mas temos é que nos preocupar mesmo é com nossa posição na tabela. E eles, mesmo com um time de qualidade, precisarão ter atenção com a gente também. Não é porque passamos por um momento difícil que deixamos de ter grandes jogadores", afirmou.

Apesar do Flamengo estar oito pontos atrás do líder Vasco, Thiago Neves garante que não desistiu da luta pelo título do Campeonato Brasileiro. "A esperança de brigar pelo título vai sempre existir. Alguns times da parte de cima da tabela ainda vão tropeçar. Acho que o campeonato será decidido na última rodada. O primeiro pode terminar em quarto, o quarto em primeiro", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.