Photocamera/Divulgação
Photocamera/Divulgação

Thiago Neves prevê evolução no Flu e quer gol com a 10

Jogador, que passou por uma artroscopia no joelho em maio, admite que ainda não está 100% recuperado

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2012 | 10h57

RIO - Depois de ter voltado a atuar pelo Fluminense após ser submetido a uma artroscopia no joelho esquerdo, realizada em maio, Thiago Neves não vem conseguindo desempenhar o bom futebol de outros tempos pelo clube. O atleta admite que ainda não recuperou a sua melhor condição, mas no último sábado ele ajudou seu time a bater o Sport por 1 a 0, em Volta Redonda (RJ), em resultado que garantiu a equipe carioca na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. E agora exibe confiança ao dizer que está evoluindo aos poucos e já prevê o retorno dos seus bons momentos.

"Eu me cobro muito mais. Só que a cobrança dos torcedores estava um pouco injusta. A maioria dos torcedores entende que eu estou correndo, estou me esforçando. Agora eu estou começando a melhorar. Estou começando a jogar bem. Meu futebol está começando a melhorar. Nós todos só temos a ganhar", ressaltou o meio-campista, em entrevista coletiva na última terça-feira.

Diante do Sport, Thiago Neves voltou a vestir a camisa 10, com a qual teve sucesso em sua primeira passagem como jogador do Fluminense. Ele vinha usando o número 7, e agora aposta na volta da sua boa fase pelo clube neste Brasileirão.

"Eu estando feliz e voltando a jogar meu velho futebol, poderei ajudar muito o Fluminense. Coisas melhores virão", aposta o atleta, que depois completou: "Sei que preciso estar sempre jogando bem e fazendo gols. Agora falta só um golzinho com a camisa 10 para a torcida ficar feliz outra vez".

Com a 10 nas costas, Thiago Neves foi um dos destaques do Fluminense na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2008. E agora garante estar pronto para reassumir a condição de referência da equipe. "Eu sempre tive responsabilidade e todos os jogadores também. Desde quando eu cheguei, sempre foi assim. Eu não vou fugir da minha responsabilidade aqui dentro", prometeu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.