Lucas Uebel/Grêmio.net
Lucas Uebel/Grêmio.net

Thiago Neves recebe críticas de torcedores por não aceitar redução de salário

Meia não gostou da redução do pagamento de direitos de imagem e foi xingado por gremistas

Redação, Estadão Conteúdo

25 de junho de 2020 | 11h52

O meia Thiago Neves, assim como outros jogadores do Grêmio, se defendeu das críticas feitas pelos torcedores por não ter aceitado uma redução salarial em meio à suspensão do futebol causada pela pandemia de covid-19. Sua defesa, no entanto, rendeu mais comentários negativos, tanto de gremistas quanto de cruzeirenses, fãs de sua ex-equipe.

"Antes de falarem, procurem saber a verdade, nos respeitem! O acordo foi elaborado pela direção e pelo presidente do Grêmio", diz a mensagem do jogador nas redes sociais.

Este acordo com a direção do Grêmio, citado pelos atletas nas publicações, diz respeito a prorrogação do pagamento de 55% dos direitos de imagem e de salários. Essa quantia será paga a partir de 2021 e as parcelas serão estendidas até dezembro de 2022.

Thiago Neves ficou marcado pelas diversas polêmicas que se envolveu, em 2019, ano do rebaixamento do Cruzeiro. Teve áudio vazado e pênalti perdido na reta final do Campeonato Brasileiro, o que enfureceu os torcedores cruzeirenses.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioThiago Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.