Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Thiago Neves vê Cruzeiro deste ano superior ao de 2018 e mira Libertadores

Meia acredita que o time se fortaleceu, apesar da saída do uruguaio Arrascaeta

Redação, Estadão Conteúdo

30 de janeiro de 2019 | 18h33

A perda daquele que talvez fosse o principal nome do elenco não impediu que Thiago Neves considerasse a versão 2019 do Cruzeiro melhor do que a 2018. Mesmo após a saída de Arrascaeta para o Flamengo, o meia garantiu que o time celeste desta temporada tem mais qualidade do que no ano passado e tem tudo para superar os resultados obtidos, principalmente na Libertadores.

"Nosso time do ano passado era bom, mas esse ano está muito melhor e mais cascudo. No ano passado, aprendemos com várias coisas que aconteceram na Libertadores, da forma como nos tiraram. A gente sabe que vai ter que jogar contra arbitragem. Os jogadores que chegaram são rodados, sabem que vai ser assim. Precisamos de todos e, se todos jogarem com a qualidade que têm, sem dúvida a gente vai estar chegando nas cabeças mais uma vez", garantiu.

Para a temporada, o Cruzeiro contratou os laterais Dodô e Orejuela, o volante Jadson e o meia Marquinhos Gabriel. A principal aposta para substituir Arrascaeta, contudo, é Rodriguinho. E Thiago Neves concordou com o novo reforço ao garantir que uma dupla entre eles tem tudo para dar certo.

"Tem tudo para dar certo pela qualidade, o estilo de jogo que ele tem, cadenciado, de toque de bola. É jogador inteligente, que chega perto da área. Todo mundo falou que não daria certo eu jogando com o Arrascaeta. No final, foi uma dupla fenomenal. É um jogador muito parceiro também, fora de campo é um cara alegre, gente boa, esperamos levar essa amizade para dentro de campo também", projetou.

Como em 2018, Thiago Neves iniciou a temporada sofrendo com problemas musculares e só conseguiu estrear no clássico diante do Atlético-MG, no último domingo. O meia agora vive a expectativa de enfrentar o Boa nesta quinta, em Varginha, e garantiu que o Mano Menezes ainda não definiu que time vai a campo.

"Espero estar em campo. (O Mano) não falou nada. A comissão técnica costuma falar antes dos jogos para a gente se preparar, mas não comentaram nada. Ele não falou quem vai jogar na quinta e no domingo. Para mim, seria importante para dar ritmo de jogo. Mas a comissão está vendo o melhor para todo mundo, vamos ver o que vão armar para amanhã", comentou.

 

 

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.