Thiago Ribeiro cobra regularidade após Santos tropeçar

O atacante Thiago Ribeiro afirmou que o Santos precisa ser mais regular e terá que conquistar uma sequência de vitórias para ter chances de classificação para a próxima Libertadores. Derrotado pelo Atlético Mineiro por 3 a 1 no último domingo, em Belo Horizonte, o time ocupa a nona colocação no Campeonato Brasileiro com 33 pontos, a oito do grupo dos quatro primeiros colocados.

AE, Agência Estado

30 de setembro de 2013 | 11h29

"Matematicamente, tudo é possível. Mas é passo a passo. A distância para quem está na frente não é tao grande, mas temos que ter regularidade e conseguir umas três vitórias seguidas. Com perde, ganha, empata, não dá para chegar. Temos que procurar vencer a partir do clássico com o São Paulo para poder chegar", disse.

Para Thiago Ribeiro, o Santos pecou por não conseguir segurar a vantagem contra o Atlético-MG. No último domingo, o time abriu o placar aos 15 minutos do primeiro tempo com Cicinho, mas sofreu o empate logo depois, com o gol marcado por Luan para o time de Belo Horizonte aos 17 minutos.

"Faltou a gente ter um pouco mais de atenção quando fez o gol. O 1 a 0 seria uma arma para explorar os espaços que o Atlético ia deixar, mas na sequência levamos o empate. Acabou que não aproveitamos o que seria o jogo. Antes do 2 a 1, também tivemos uma ótima ocasião com o Cícero e aí levamos a virada", afirmou.

Thiago Ribeiro também lamentou as chances de gol perdidas pelo Santos contra o Atlético-MG. "Depois, ficou complicado, um jogo aberto. Quase empatamos com o William José no final, um cabeceio que acertou a trave. E em seguida o Atlético fez o terceiro gol. Quando você não aproveita as chances, o adversário aproveita", comentou.

Em busca da reabilitação, o Santos volta a entrar em campo na próxima quarta-feira, quando vai receber o São Paulo, na Vila Belmiro, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.