Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Thiago Santos defende estilo do Palmeiras: 'Não importa se joga feio'

Volante afirma que time tem conseguido se organizar na defesa e brinca ter recebido um novo apelido do técnico

O Estado de S. Paulo

11 Setembro 2018 | 15h07

O volante Thiago Santos, do Palmeiras, afirmou nesta terça-feira que o elenco não se importa em dar espetáculo ou demonstrar um futebol vistoso nos compromissos. Em entrevista na Academia de Futebol, o jogador explicou que o time tem procurado primeiramente em aprimorar a defesa, ter organização tática e conquistar bons resultados, sem se preocupar em jogar bonito.

Segundo o palmeirense, o técnico Luiz Felipe Scolari tem ajudado o time a fixar essa proposta. "O Felipão cobra estar organizado. Não tomando gol, com certeza aumenta a chance de não perder. Temos que jogar seguros. Não importa se joga feio, o importante é ganhar. Estamos batendo nessa tecla de não tomar gol", comentou Thiago Santos em entrevista coletiva.

Desde a chegada do técnico, o time atuou 11 vezes e sofreu apenas dois gols. A equipe faz a melhor campanha do segundo turno do Campeonato Brasileiro, está nas quartas de final da Copa Libertadores e nesta quarta começa a decidir vaga na final da Copa do Brasil. O adversário no Allianz Parque pela semifinal será o Cruzeiro, com o primeiro encontro no Allianz Parque.

Thiago Santos é um dos jogadores mais elogiados por Felipão, que o chama de "Cachorrão" pela capacidade do volante em desarmar. "O Felipão que me chama assim. É legal. Ele brinca com todo mundo, não só comigo. A vinda dele foi muito boa, deixou todo mundo feliz. E é difícil deixar todo mundo feliz com um grupo tão bom como o nosso", comentou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.