Thiago Santos diz esperar chance como titular na vaga de Tchê Tchê no Palmeiras

Volante tem ficado no banco nos primeiros jogos da temporada

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2017 | 12h38

A lesão no ombro esquerdo do volante Tchê Tchê no Palmeiras deixa o possível substituto ansioso pela oportunidade em ser titular no domingo, contra o Ituano, pelo Campeonato Paulista. Thiago Santos afirmou nesta quinta-feira que espera ser escolhido para a função, já que nos primeiros jogos do time na temporada ficou no banco de reservas e só pode entrar no segundo tempo.


Quando o titular se machucou no último domingo, contra o Botafogo, no Allianz Parque, foi Thiago Santos o acionado para entrar na vaga dele. "A gente sempre quer jogar. Se perguntar para mim se estou satisfeito de não estar jogando, com certeza não. Mas temos que respeitar a vontade do treinador. Quando precisarem de mim, preciso estar pronto", comentou, em entrevista coletiva. "Gosto muito do Tchê Tchê. Até estava na casa dele ontem. Somos grandes amigos", contou.


Apesar de ter chances de ser escalado, Thiago Santos enfrenta a concorrência de um jogador que faz outra função. Liberado para estrear e com a documentação regularizada, o venezuelano Guerra deve estrear contra o Ituano. Uma possível escolha por ele, porém, vai obrigar o técnico Eduardo Baptista a alterar a forma como o Palmeiras atuou nas partidas mais recentes.


"Nessa posição do meio-campo tem muitas opções", afirmou Thiago Santos. O volante destacou estar motivado para a disputa por ter renovado o contrato recentemente com o clube, com a inclusão de um aumento salarial. O vínculo terminaria no fim de 2018 e agora tem validade até o fim de 2019.


A expectativa para virar titular concilia espaço na rotina do jogador com os contatos que faz com o amigo Gabriel Jesus. Mesmo na Inglaterra, o atacante conversa direto com Thiago Santos. Os dois viraram amigos próximos durante a última temporada. "Ele já virou rei lá. Está bem demais, sempre faz gol. Todos os dias trocamos mensagens. Ele merece, pela pessoa que é. Temos que dar parabéns", disse.

Mais conteúdo sobre:
FutebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.