Fernando Bizerra Jr/EFE
Fernando Bizerra Jr/EFE

Thiago Silva admite ter cometido pênalti contra o Paraguai

Zagueiro do Brasil havia dito que não sentiu bola bater na mão

Estadão Conteúdo

29 de junho de 2015 | 08h17

Depois de afirmar que não se lembrava do lance do pênalti, o zagueiro Thiago Silva admitiu que tocou a mão na bola e no lance que provocou o empate entre Brasil e Paraguai, por 1 a 1, pelas quartas de final da Copa América, no último sábado. Na cobrança de pênaltis, o time paraguaio venceu por 4 a 3. Na chegada ao Rio de Janeiro para aproveitar as férias, o zagueiro reconheceu que se sente culpado de certa forma pela queda da seleção brasileira.

"De certa forma a gente se sente (culpado). Foi uma situação que eu não tinha visto que a bola tinha batido na minha mão. Fui ver depois, no hotel, em vídeos e fotos", declarou o zagueiro no desembarque dos jogadores no Rio de Janeiro na noite deste domingo.

O defensor do Paris Saint-Germain afirmou que, ao contrário do lance similar no confronto com o Chelsea, pela Liga dos Campeões da Europa, ele não sentiu a bola bater em seu braço, justificando o espanto imediato e até mesmo após o apito final, ainda no gramado, como flagrado por imagens de TV. "A minha cara de espanto foi tão grande que eu não entendi o que o árbitro tinha marcado. Nem o árbitro sabia na mão de quem tinha batido, se na minha ou na do Daniel", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.