Stephan Reix/EFE
Stephan Reix/EFE

Thiago Silva amplia seu contrato com o PSG até 2018

Clube francês anuncia oficialmente que o contrato do defensor foi prorrogado por mais um ano

AE, Agência Estado

22 de agosto de 2013 | 09h09

PARIS - Um dos maiores zagueiros da atualidade no futebol mundial, o brasileiro Thiago Silva ampliou o seu vínculo com o Paris Saint-Germain. O clube francês anunciou oficialmente nesta quinta-feira que o contrato do defensor foi prorrogado por mais um ano e agora irá expirar apenas em junho de 2018.

Contratado junto ao Milan em 2012, Thiago Silva disputou 31 partidas com a camisa do PSG, sendo nove delas pela edição passada da Liga dos Campeões, da qual o time acabou sendo eliminado pelo Barcelona nas quartas de final. O Barça, por sinal, chegou a almejar a contratação do brasileiro para esta temporada europeia, mas o novo acordo firmado com a equipe francesa serviu para assegurar de vez a permanência do atleta em Paris.

"Estamos muito orgulhosos de prolongar o contrato do Thiago, um jogador excepcional dentro e fora de campo. Ele simboliza a vontade do PSG de conseguir se tornar a longo prazo uma das equipes de maior sucesso na Europa", afirmou Nasser Al-Khelaifi, presidente do clube francês, por meio de um comunicado oficial.

O PSG não revelou valores do novo contrato firmado com o brasileiro, mas o prestigioso jornal francês L''Équipe, que antecipou que a renovação do acordo foi acertada no final do mês passado, noticiou que o defensor passará a receber 12 milhões de euros anuais, dois milhões a mais do que previa o compromisso que fechou anteriormente com o zagueiro.

Thiago Silva teve a renovação de seu contrato oficializada um dia depois de ter sido convocado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para defender a seleção brasileira nos amistosos contra Austrália e Portugal, marcados respectivamente para os dias 7 e 10 de setembro. Em grande fase, ele também foi um dos líderes do time nacional que conquistou, no final de junho, o título da Copa das Confederações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.