Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira contra a Costa Rica

Capitão no Mundial de 2014, zagueiro usará a braçadeira após Marcelo ter sido o líder do grupo contra a Suíça

Almir Leite, Leandro Silveira e Marcio Dolzan, enviados especiais / São Petersburgo, O Estado de S.Paulo

21 Junho 2018 | 07h34

O zagueiro Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira em seu segundo compromisso na Copa do Mundo da Rússia. Nesta quinta-feira, véspera do confronto com a Costa Rica, pelo Grupo E, em São Petersburgo, a CBF anunciou que o defensor do Paris Saint-Germain vai ser o próximo jogador a utilizar a braçadeira, no rodízio implementado pelo treinador na função desde que assumiu o comando da equipe.

+ Tite vive sob tensão pela primeira vez no comando da seleção

+ Com festa da torcida no hotel, seleção desembarca em São Petersburgo

+ Marcação da Costa Rica e correção de erros foram os focos do treino, diz Sylvinho

Thiago Silva foi capitão da seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 2014, quando acabou sendo criticado por chorar durante a disputa de pênaltis contra o Chile, pelas oitavas de final. Depois, ficou fora da derrota por 7 a 1 para a Alemanha, nas semifinais, por estar suspenso. O zagueiro oscilou bons e maus momentos pela equipe depois do torneio, mas, aos poucos, recuperou a confiança do torcedor e a titularidade com Tite, que, semanas, antes da Copa da Rússia, confirmou que ele formaria a dupla de zaga com Miranda na Rússia.

A função de capitão sob o comando de Tite não é novidade para Thiago Silva, mas também não traz boas lembranças. Afinal, o zagueiro a exerceu apenas uma vez, na derrota por 1 a 0 para a Argentina, em amistoso disputado na Austrália em 2017, naquele que foi o único revés da seleção brasileira com o treinador.

Tite tem revezado os capitães da seleção desde que assumiu o comando da equipe e avisou que manteria a estratégia na Copa do Mundo, ainda que apostando nos jogadores mais experientes à disposição. Assim, entregou a braçadeira para o lateral-esquerdo Marcelo, no empate por 1 a 1 com a Suíça, e agora a repassa para Thiago Silva, que está em seu terceiro Mundial e foi um dos destaques do duelo do último domingo.

 

Thiago Silva terá ainda mais importância no confronto com a Costa Rica como capitão, pois ele será realizado após polêmicas envolvendo a arbitragem no duelo com os suíços. E esse jogo também terá grande importância para a definição do futuro da seleção na Copa.

Ao lado de Tite, Thiago Silva concederá entrevista coletiva nesta sexta-feira, às 9 horas (de Brasília), na Arena Zenit, palco do duelo válido pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.