Nilton Fukuda/ Estadão
Nilton Fukuda/ Estadão

Tiago Nunes vai usar semana sem jogo para testar variações táticas no Corinthians

Depois de passar o primeiro mês focando o condicionamento físico, treinador agora começa a trabalhar mais com bola

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2020 | 23h23

O elenco do Corinthians se reapresenta nesta terça-feira para uma semana livre de treinos. O técnico Tiago Nunes terá um pouco mais de tempo para trabalhar. Eliminado da Copa Libertadores da América na semana passada, o time só entra em campo sábado, para enfrentar o Água Santa, em Diadema, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

O treinador quer aproveitar os quatro dias de treinos em sequência para reajustar o time, testar variações no esquema tático e melhorar o rendimento da equipe do meio para frente. O atual 4-4-2 com Love e Boselli no ataque pode se revezar com o 4-5-1, tendo apenas o atacante argentino como referência na frente.

Tiago Nunes também pretende encaixar dois jogadores que considera fundamentais na metodologia de seu trabalho e que perderam o início da temporada com ele. Garantido no Corinthians pelo menos até o julho, quando deve ser negociado com o Benfica, de Portugal, o meia Pedrinho chegou apenas na semana passada após defender o Brasil no Pré-Olímpico da Colômbia. Apesar da expulsão na queda para o Guaraní do Paraguai, o garoto tem papel importante na formação da equipe. Ele usa a camisa 10.

O outro jogador é Yony González. O atacante fez sua estreia com apenas uma semana de treinos no clássico com o São Paulo e, apesar de não estar 100% fisicamente, cumpriu o papel pedido por Tiago Nunes no empate sem gols, no sábado. Agora o treinador terá tempo para encaixar o colombiano no esquema tático corintiano.

Os treinos também serão importantes para Sidcley se recuperar e provar que pode ser titular da equipe. O lateral-esquerdo perdeu espaço para Lucas Piton, garoto da base, que tem tido boas atuações. Tiago Nunes, no entanto, não quer abrir mão da experiência de Sidcley, que estaria fora do peso ainda.

Pelo menos nesta semana, os trabalhos serão muito mais táticos e técnicos do que físicos para ajudar na recuperação do elenco. Tiago Nunes sentiu que o time perdeu um pouco da força no segundo tempo com o São Paulo e é necessário descansar um pouco mais neste momento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.