Tiago renuncia à seleção portuguesa aos 29 anos

A Federação Portuguesa de Futebol informou nesta segunda-feira que o meia Tiago não pretende mais defender a seleção portuguesa. O jogador, de 29 anos e que defende o Atlético de Madrid, enviou uma carta ao presidente da entidade, Gilberto Madail, explicando que quer dar espaço ao surgimento de atletas mais novos na equipe nacional.

AE, Agência Estado

17 de janeiro de 2011 | 16h25

"Faço-o (pedido de dispensa) por razões pessoais, mas também por entender que se encerrou um ciclo na minha contribuição à seleção, ao mesmo tempo que considero ter chegado o momento de dar oportunidade a que novos valores do futebol português tenham o seu espaço, tal como eu próprio tive há oito anos", escreveu Tiago.

O meia defendeu a seleção portuguesa em 58 jogos e disputou as Copas de 2006 e 2010. Ele é o quinto jogador a renunciar à equipe após o Mundial da África do Sul. Os outros foram Simão, Deco, Miguel e Paulo Ferreira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortugalTiago

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.