Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

Tiago Volpi pede pés no chão após classificação: 'Temos de chegar ao título'

Goleiro festeja defesas de pênalti que garantiram ao São Paulo a vaga na final do Campeonato Paulista

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

08 de abril de 2019 | 20h09

Herói do São Paulo na semifinal contra o Palmeiras ao defender duas cobranças de pênalti na disputa pela vaga na final do Campeonato Paulista, o goleiro Tiago Volpi explicou que os jogadores festejaram bastante, aproveitaram a folga para curtir a classificação, mas que a partir desta terça-feira e voltar aos treinos com seriedade.

"No final, quando o resultado foi feliz, é logico que a adrenalina abaixa, um caminhão sai das costas. Passamos um domingo bom, feliz, estávamos precisando de um momento assim. Hoje (segunda) ainda é dia de viver isso e a partir de amanhã (terça) é pensar na final. Não vai valer de nada essa classificação se a gente não chegar no título", afirmou, em entrevista ao SporTV.

 

O goleiro teve um dia para se festejar. Não tomou gols do forte ataque do Palmeiras no jogo de ida, no Morumbi, nem no de volta, no Allianz Parque. Na decisão por pênaltis, conseguiu defender as cobranças de Ricardo Goulart e Zé Rafael, garantindo o São Paulo na decisão. Nem o fato de ter perdido sua cobrança o deixou abatido.

"Sendo sincero, na hora passa um filme na cabeça. Eu bati, o Prass pegou e te vem coisas na cabeça. Mas eu tratei de ficar tranquilo e não foi algo que eu quis inventar, eu já tinha feito na carreira, tinha treinado, bati no canto que treinei, acertei as cinco cobranças", confessou o goleiro, que também estudou os adversários.

"Era um diagnóstico que eu tinha. A gente até estava conversando e na hora a gente esquece por causa da adrenalina. No final deu tudo certo e o que vale é a intenção. A gente fica feliz de ter ajudado e ter todo esse comprometimento", comentou Tiago Volpi, feliz da vida por ajudar o São Paulo a avançar para a final do Paulistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.