Danilo Borges/Portal da Copa
Danilo Borges/Portal da Copa

Tido como modelo de gestão, Athletico Paranaense não tem alvará

Questionado, clube se negou a dar explicações: "Não participaremos da reportagem", informou, por nota

Julio Cesar Lima/ Curitiba, O Estado de S. Paulo

17 de fevereiro de 2019 | 04h32

Considerado um clube de vanguarda no País, o Athletico Paranaense possui um dos mais modernos centros de treinamento do mundo – chegou a hospedar a seleção espanhola durante a Copa de 2014, mas não passou em uma vistoria realizada pela prefeitura de Curitiba nesta semana, que constatou a falta de Alvará de Funcionamento da área que atualmente abriga 120 jovens entre 14 e 19. 

Questionado, o clube se negou a dar explicações. "Não participaremos da reportagem", informou, por meio da assessoria. A prefeitura deve notificar o Athletico nos próximos dias.

A ação foi executada pela Secretaria Municipal do Urbanismo e coordenada pela Secretaria do Governo Municipal. Ao todo, 40 clubes da capital paranaense foram envolvidos. Já o Corpo de Bombeiros realizou uma ação de abrangência estadual em 48 clubes. Também fez vistorias e deve informar nos próximos dias se o Certificado de Licenciamento expedido pela corporação também se encontra irregular ou não.

Inaugurado em 1999, o Centro de Treinamento Alfredo Gottardi está localizado a 20 km do centro de Curitiba, no bairro Umbará. Há duas semanas, o Athletico se solidarizou ao Flamengo e às famílias das vítimas após o incêndio no Ninho do Urubu, que matou dez jovens das categorias de base. Bernardo Augusto Mankze Pisetta, Gedson Corgosinho Beltrão dos Santos e Vitor Isaías Coelho da Silva tiveram passagens pelo clube antes de se transferirem para o clube carioca.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.