'Time campeão não pode depender de um jogador só', diz Robinho

Robinho entrou na seleção brasileira no lugar de Fred na vitória contra a Venezuela, mas, na prática, foi o substituto de Neymar. Além de fazer o cruzamento para Thiago Silva fazer o primeiro gol, com uma participação direta na vitória, Robinho finalizou e armou a partida como o craque do Barcelona costumava fazer - Neymar está suspenso por quatro jogos e fora da Copa América por causa da expulsão no jogo contra a Colômbia.

ALMIR LEITE E GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

22 de junho de 2015 | 20h25

"Substituir o Neymar é difícil pela capacidade que ele tem com a bola nos pés. Mesmo com ausência dele eu quero ajudar o Brasil a ganhar os jogos" disse Robinho, após a vitória sobre a Venezuela, no Estádio Monumental, em Santiago.

O jogador de 31 anos afirma que a seleção tem condições de aprender a jogar sem Neymar. A próxima partida da seleção na Copa América será sábado, contra o Paraguai, pelas quartas de final. "Ficamos chateados de não jogar com o Neymar, que é decisivo. Mas temos que aprender a jogar sem ele. Time que quer ser campeão não pode depender apenas de um jogador", afirmou o jogador do Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.