Time confirma que Benítez morreu por problema cardíaco

O El Jaish, clube do Catar que havia acabado de contratar o atacante equatoriano Christian Benítez, divulgou um comunicado nesta quarta-feira para informar que o jogador morreu na última segunda por causa de um quadro de insuficiência cardíaca. O atleta de 27 anos, conhecido como "Chucho" em seu país, atravessava grande fase em sua carreira e era um dos pilares da seleção equatoriana que luta para se classificar à Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

AE-AP, Agência Estado

31 de julho de 2013 | 11h01

Benítez fez a sua primeira partida pelo seu novo time no domingo e nesta quarta o El Jaish comunicou que recebeu os relatórios médicos referentes ao falecimento do jogador, mas não trouxe maiores detalhes sobre os mesmos. O diagnóstico de insuficiência cardíaca como causa da morte foi revelado um dia depois de o médico chefe da seleção equatoriana, Luis Chiriboga, dizer que o atacante foi levado ao hospital com dores de estômago agudas, desenvolveu peritonite e morreu de parada cardiorrespiratória.

Até a revelação desta quarta-feira, porém, o motivo da morte de Benítez ainda não havia sido oficialmente confirmado. Ele morreu no Al-Ahli Hospital, em Doha, para onde Chiriboga viajou como representante da seleção equatoriana.

No comunicado divulgado nesta quarta, o El Jaish avisou também que irá bancar todos os custos do traslado do corpo de Benítez para o Equador, sendo que o funeral do atleta está previsto para acontecer nesta quinta, em Quito.

Benítez tinha três filhos, sendo duas meninas e um menino, que estão no Catar, onde o El Jaish prometeu realizar uma cerimônia de homenagem ao jogador antes de sua ida para o Equador. O clube lamentou a morte ocorrida de "forma súbita" e o clima de tristeza que tomou conta do time após o trágico episódio.

Além de se destacar pela seleção do Equador, pela qual marcou 24 gols em 58 partidas, Benítez brilhou intensamente pelo América do México, com o qual fez 52 gols em 79 jogos, antes de se transferir para o El Jaish. Ele também jogou pelo El Nacional em seu país, Santos Laguna, do México, e pelo Birmingham, da Inglaterra. O atacante foi o artilheiro do futebol mexicano por quatro vezes, sendo três pelo América e uma pelo Santos Laguna.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChristian Benítez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.