Time da 5ª divisão faz história e vai às quartas na Copa da Inglaterra

Lincoln City derrotou o Burnley por 1 a 0 fora de casa

Estadao Conteudo

18 Fevereiro 2017 | 12h58

Com quase 150 anos de disputa, a Copa da Inglaterra teve sua história marcada pelo Lincoln City neste sábado. O pequeno time da quinta divisão do país derrotou o Burnley por 1 a 0 em pleno Turf Moor, estádio do adversário, e chocou o futebol local ao se classificar para as quartas de final da competição.

O feito do Lincoln é sem precedentes. Desde que a Copa da Inglaterra passou a ter formato mais próximo ao atual, em 1925, nenhum clube "non-league", como os ingleses chamam aqueles que não disputam as quatro principais divisões do país, havia chegado até esta fase. Em 1914, o Queens Park Rangers conseguiu a façanha, mas o torneio tinha uma fórmula bem diferente.

O tamanho do feito do Lincoln fica ainda mais claro se for levado em consideração que a partida aconteceu na casa do rival. O Burnley não caia há oito partidas no Turf Moor e vinha de empate com o líder Chelsea no Campeonato Inglês. Nesta temporada, a equipe havia perdido apenas três vezes em seu estádio, em 16 partidas, e venceu adversários como Liverpool, Everton e Leicester.

Mas nem este ótimo retrospecto foi capaz de salvar o Burnley diante da maior surpresa do futebol inglês nesta temporada. E a classificação ainda aconteceu de forma emocionante. Após se segurar na defesa por quase toda a partida, o Lincoln marcou o gol da vitória aos 43 minutos do segundo tempo. Sean Raggett, de cabeça, foi o responsável por levar a equipe à próxima fase.

O Lincoln se tornou o primeiro classificado às quartas da Copa da Inglaterra nesta temporada. Ainda neste sábado, jogarão Huddersfield Town x Manchester City, Middlesbrough x Oxford United, Millwall x Leicester e Wolverhampton x Chelsea. No domingo, mais duas partidas: Fulham x Tottenham e Blackburn x Manchester United. Por fim, na segunda, o Arsenal visita o Sutton United.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.