Time de Felipão empata fora no jogo de ida da final da Liga dos Campeões da Ásia

O time chinês treinado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, o Guangzhou Evergrande, ficou no empate por 0 a 0 com o Al-Ahli, neste sábado, fora de casa, em Dubai, no primeiro jogo da final da Liga dos Campeões da Ásia.

Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2015 | 19h37

A partida de volta acontece daqui a duas semanas, na China, mas Felipão descarta qualquer vantagem para sua equipe, que ainda conta com os brasileiros Paulinho, Ricardo Goulart e Elkeson - Robinho também faz parte do elenco, mas não foi inscrito na competição.

"Se a gente continuar jogando da mesma maneira, será difícil para nosso time. Nós não jogamos bem hoje", comentou o técnico. "O empate foi um resultado justo, já que eu não vi nossa equipe criar muitas chances."

O Guangzhou Evergrande busca seu segundo título asiático em três anos, enquanto o Al-Ahli joga sua primeira final na competição. A partida também marca o encontro dos maiores destaques do Brasileirão em 2013 e 2014 pelo Cruzeiro.

Pela equipe dos Emirados Árabes, Everton Ribeiro é uma grande aposta. Já no lado chinês, Ricardo Goulart é o artilheiro da Liga dos Campeões asiática e a maior arma do ataque. Neste sábado, porém, eles passaram em branco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.