AFP
AFP

Time de Felipão estreia com 7 a 0 sobre equipe comandada por mulher

Guangzhou Evergrande não teve dificuldades para golear o Eastern, da treinadora Chan Yuen-ting

Estadao Conteudo

22 Fevereiro 2017 | 11h10

Técnico campeão da Copa do Mundo em 2002, Luiz Felipe Scolari foi coadjuvante em um momento histórico para o futebol mundial nesta quarta-feira: a primeira vez que uma mulher comandou um time masculino em um torneio internacional de elite. Mas, sob o comando de Chan Yuen-ting, o Eastern, de Hong Kong, não foi páreo para o Guangzhou Evergrande, perdendo de 7 a 0 na China.

Yuen-ting vem fazendo história no futebol. Ela não é a primeira mulher a treinar um time profissional masculino, mas foi a primeira a ganhar um título nacional, no ano passado. Agora, é pioneira numa competição continental, uma vez que o duelo desta quarta valeu pela primeira rodada do Grupo G da Liga dos Campeões da Ásia.

O Eastern, líder do campeonato de Hong Kong, porém, foi presa fácil para o atual campeão chinês, que fazia sua primeira partida oficial da temporada. Ricardo Goulart, de pênalti, Alan e Paulinho fizeram um gol cada. Os brasileiros são os três estrangeiros do elenco de Felipão. O colombiano Jackson Martínez, ex-Atlético de Madrid, nem foi inscrito na Liga.

Pelo mesmo Grupo G, o Kawasaki Frontale, do Japão, empatou em 1 a 1 com o Suwon Bluewings, da Coreia do Sul. O torneio tem divisão geográfica, com os times da Austrália e da Ásia Oriental definindo um finalistas e as equipes do Oriente Médio apontado o outro.

A rodada "oriental" da Liga dos Campeões da Ásia desta quarta-feira ainda teve outro gol brasileiro. Ramires aproveitou bate-rebate na área aos 45 minutos do segundo tempo e fez o gol da vitória do Jiangsu Suning, da China, sobre o Jeju United, na Coreia do Sul. Alex Teixeira também atuou como titular do time chinês. Já na Austrália o Gamba Osaka, do ex-são-paulino Ademílson, fez 3 a 0 no Adelaide United.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.