Divulgação|TNS
Divulgação|TNS

Time de Gales vence 26ª seguida e comemora por ter igualado recorde mundial

The New Saints iguala marca que o Ajax detém desde março de 1972

Estadão Conteúdo

27 de dezembro de 2016 | 16h28

O The New Saints, também conhecido pela sigla TNS, é o novo recordista mundial em vitórias consecutivas numa divisão de elite do futebol. Na segunda-feira, o clube do País de Gales alcançou seu 26.º triunfo seguido, igualando marca que o Ajax detém desde março de 1972.

Em seu site, o TNS comemorou o feito. "Nesta tarde, o TNS entrou no Guinness Book, alcançando a vitória por 4 a 0 em casa contra nossos vizinhos Cefn Druids. Nós igualamos o recorde do Ajax, que venceu 26 partidas seguidas na temporada 1971/72", lembrou, sendo parabenizado pelo clube holandês no Twitter.

O The New Saints ainda destacou que, no período, marcou 86 gols e sofreu apenas 13, enquanto que o Ajax, para alcançar as 26 vitórias, fez 78 e sofreu 18. O recorde de vitórias chegou a ser comemorado pelo Coritiba, que ganhou 24 seguidas em 2011, mas no ano passado o Guinness se corrigiu e lembrou do feito do Ajax.

No País de Gales, o The New Saints sobra. Na atual temporada, venceu todos os seus 20 jogos, aparecendo com 21 pontos de vantagem sobre o segundo colocado. O time é o atual pentacampeão nacional e sofreu sua última derrota em julho, para o APOEL, do Chipre, na segunda rodada preliminar da Liga dos Campeões. Teria sido necessário vencer este e mais dois rivais para ir à fase de grupos.

Vale lembrar que os melhores times do País de Gales não disputam o Campeonato Galês, mas o Inglês, uma vez que a criação da liga em Gales, em 1992, é muito posterior à criação dos primeiros times no País.

Atualmente, o Swansea City está na elite da Inglaterra, enquanto o Cardiff City e o Newport County jogam a segunda divisão. Há ainda outros dois times em divisões inferiores. Curiosamente, por outro lado, o The New Saints manda suas partidas em uma cidade inglesa, Oswestry, uma vez que está sediado na divisa entre os dois países.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.