Time de garotos do Flamengo sofre, mas vence Volta Redonda no fim

Time de garotos do Flamengo sofre, mas vence Volta Redonda no fim

Sub-20 do rubro-negro volta a fazer bonito e ganha mais uma no Maracanã em partida emocionante do Estadual

Carlos Costa, especial, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2020 | 20h37

Em dia de apresentação dos novos contratados Pedro, Thiago Maia e Michael à torcida rubro-negra no Maracanã, o time de garotos do Flamengo recebeu o Volta Redonda e suou para vencer por 3 a 2 na terceira rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. João Lucas, Rodrigo Muniz e Bill marcaram para os donos da casa, enquanto João Carlos e Saulo Mineiro descontaram. O público doi de 21 mil pessoas.

Com a vitória, o Flamengo vai aos sete pontos e fica na liderança do Grupo A. Com cinco, o Boavista enfrenta o Vasco na noite deste sábado e pode igualar a soma rubro-negra. Já o Volta Redonda estacionou nos seis pontos e fica na vice-liderança do Grupo B, a três pontos do líder Madureira e à frente do Fluminense, que também soma seis e joga neste domingo contra o Bangu, fora, às 16h.

Apesar de não ter nenhum jogador de destaque na escalação titular, o Flamengo, que foi comandado por Maurício Souza, começou o jogo com superioridade, dominando as ações na primeira metade do primeiro tempo. Entretanto, os visitantes se encontraram e, aos 33 minutos, João Carlos abriu o placar para o Volta Redonda após cobrança de escanteio do meia Bernardo, ex-Vasco.

Depois do 1 a 0, os jovens atletas flamenguistas tentaram reagir, mas foram tímidos na criação de chances e não levaram grande perigo à meta defendida pelo goleiro Douglas Borges. Os donos da casa forçaram jogadas aéreas e não conseguiram ameaçar a defesa do Volta Redonda, que também não fez grande jogo no ataque, mas aproveitou sua única oportunidade e foi para o intervalo à frente.

Para azar dos visitantes, porém, o Flamengo empatou logo no começo do segundo tempo. Foi aos três minutos de jogo, com João Lucas. O lateral-direito recuperou a bola e cruzou para Muniz cabecear. A zaga evitou o gol em cima da linha, mas a bola voltou para o ala. Ele chutou fraco, mas Douglas Borges aceitou, permitindo o empate no Maracanã.

Depois da igualdade, os dois times criaram boas chances, mas Lucas Silva, pelo Flamengo, e João Carlos, pelo Volta Redonda, acabaram não convertendo. A partir da metade da etapa complementar, os donos da casa se impuseram, até que, aos 30, veio a virada: Ramon cruzou da esquerda, a defesa errou, e Muniz ficou livre para cabecear forte para fazer 2 a 1.

O triunfo parecia encaminhado, mas o Volta Redonda empatou aos 41, com Saulo Mineiro: o atacante saiu do banco e bateu na saída de Gabriel Batista para igualar o marcador de novo. Entretanto, Bill também veio dos suplentes e sacramentou a emocionante vitória rubro-negra aos 45. O atacante recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e bateu colocado, no cantinho, sem chances para Douglas Borges.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 3 x 2 VOLTA REDONDA

FLAMENGO - Gabriel Batista; João Lucas (Matheuzinho), Matheus Dantas (Vitor Gabriel), Rafael Santos e Ramon; Vinícius e Hugo Moura; Pepê e Yuri César (Bill); Rodrigo Muniz e Lucas Silva. Técnico: Maurício Souza.

VOLTA REDONDA - Douglas Borges; Oliveira, Heitor, Daniel e Luiz Paulo; Wallisson (William Mineiro), Marcelo e Bruno Barra; Bernardo (João Vitor), João Carlos (Saulo Mineiro) e Pedrinho. Técnico: Luizinho Vieira.

GOLS - João Carlos, aos 33 minutos do primeiro tempo; João Lucas, aos 3, Rodrigo Muniz, aos 30, Saulo Mineiro, aos 41, e Bill, aos 45 do segundo tempo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ).

CARTÕES AMARELOS - Vinícius, Pepê, Bill e Gabriel Batista (Flamengo); Daniel e Bruno Barra (Volta Redonda).

RENDA - R$ 515.139,50.

PÚBLICO - 21.422 pagantes (22.724 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.