Time de Medellín fica sem estádio para pegar Corinthians

O Independiente Medellín não poderá receber o Corinthians em seu estádio, o Atanasio Girardot, em um dos jogos válidos pelo Grupo 1 da Copa Libertadores de 2010. No período programado para a disputa do confronto, previsto para acontecer no dia 10 de março, o local da partida estará sendo preparado para os Jogos da Organização Desportiva Sul-Americana (Odesur), que serão realizados entre 19 e 30 de março.

AE-AP, Agencia Estado

06 de janeiro de 2010 | 13h48

O gerente da Odesur, Andrés García, informou ao Independiente e ao Atlético Nacional, outro time de Medellín, que o estádio não será liberado durante todo o mês de março e começo de abril por causa da competição.

Com isso, a medida também obrigará o Independiente a procurar outro palco para o confronto que fará, como mandante, contra o vencedor do duelo entre Atlético Junior, da Colômbia, e Racing, do Uruguai, pela fase preliminar da Libertadores. Quem vencer a partida entrará no Grupo 1 do torneio continental.

"O (Independiente) Medellín não pode se dar ao luxo de receber o Corinthians em outro estádio ou adiar a partida contra Junior ou Racing. A Conmebol tem suas regras e não muda a programação", afirmou Jorge Osorio Ciro, presidente do Independiente Medellín, defendendo a manutenção do Atanasio Girardot como palco das partidas do seu clube.

Já Leonel Alvarez, técnico do time colombiano, afirmou nesta quarta-feira que o Estádio Roberto Meléndez, que fica em Barranquilla, é uma opção para a equipe caso o Atanasio Girardot não seja liberado. Porém, o clube teria de procurar uma terceira opção para mandar os seus jogos caso o Atlético Junior avance à fase de grupos da Libertadores, pois o campo de Barranquilla é a casa do possível adversário colombiano na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.