Time do Atlético-PR encanta Dagoberto

Recuperando-se de uma cirurgia no joelho da pernaesquerda, o atacante Dagoberto esteve no Centro de Treinamentos doAtlético Paranaense para dar força aos companheiros. "Só tem que dar osparabéns para eles. Jogando desse jeito que estão jogando tem tudo paraconquistar o bi", disse. No último domingo, ele assistiu à vitóriasobre o São Caetano, por 5 a 2, de um dos camarotes da Arena daBaixada. "O pessoal do prédio sempre dizia que é triste estar naarquibancada e aí vi que é triste mesmo ficar lá." A confiança do jogador numa vitória domingo sobre o Vasco da Gama,em São Januário, é tanta que ele não economizou elogios. "A equipe estámostrando um futebol maravilhoso, que está encantando muita gente",entusiasmou-se. "Queria estar lá dentro ajudando, mas a gente procuraajudar da melhor forma possível." Questionado sobre possível proposta da Roma, ele garante não ter qualquer conhecimento, a não por meio de comentários. "Tenho contrato até 2007, estou muito bem no Atlético e vou continuar aqui", afirmou. O jogador, que está afastado há oito rodadas, já começou otrabalho de fisioterapia em Curitiba, depois da cirurgia realizada emuma clínica da Universidade de Pittsburgh, na Pensilvânia, nos EstadosUnidos. O trabalho tem sido intensivo. "A melhora está sendo muito boa", garantiu o atleta. Durante a cirurgia realizada pelo diretor de medicina do esporte e presidente do departamento de cirurgia ortopédica da universidade, Freddy Fu, foi constatada que a lesão nos ligamentos do joelho era menor do que se pensava inicialmente. Mas não é apenas sobre o futuro de Dagoberto que se discute noCentro de Treinamentos. Os comentários de que o Cruzeiro já teria feitouma proposta para o técnico Levir Culpi foram rechaçados por ele mesmo."A única coisa oficial que surgiu até o momento foi uma coisa do Japão, e ficou em aberto", disse. Com contrato até o final do Brasileiro,Levir dispõe-se a conversar somente após a última partida. "Não háprecipitação de nenhuma parte para definir", acentuou. Nesta quinta-feira , ele realizou treinamento em dois períodos, mas ainda não deu pistas sobre o time que começa a partida. "Estou estudando um pouco mais esse jogo", desconversou. "Além do desfalque do Jadson, o Vascoestá treinando no 4-4-2 e no 3-5-2. Então, estamos treinando bastantepara não sermos pegos de surpresa." Mas ele tem insistido que quer muita seriedade de todos os jogadores, visto que o clube pode voltar com o título do Rio de Janeiro. Para isso, a concentração foi antecipada e já começou na manhã desta quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.