Time do Flamengo é recebido com protestos e ofensas no Rio após derrota

Alex Muralha e Zé Ricardo foram os mais visados pelos torcedores

Estadão Conteúdo

08 de junho de 2017 | 12h18

Após a derrota por 2 a 0 para o Sport, na noite de quarta-feira, a delegação do Flamengo foi recebida com protestos, entre ofensas e xingamentos, na manhã desta quinta, no Rio de Janeiro. Torcedores demonstraram insatisfação com a sequência de resultados negativos da equipe carioca no Brasileirão.

A diretoria tentou evitar a torcida, ao mudar de portão de desembarque, saindo pela área internacional. Mas alguns torcedores estavam no local e protestaram contra a delegação enquanto os jogadores estavam em fila para entrar no ônibus, na saída do aeroporto do Galeão.

O goleiro Muralha e o técnico Zé Ricardo, ameaçado no cargo, foram os principais alvos da torcida, que proferiu ofensas e palavrões em direção aos jogadores. "Vocês estão merecendo porrada", disse um dos torcedores. "Perderam para o Sport! Quero ver é perder para o Avaí", afirmou outro, já prevendo novo protesto em caso de nova derrota na próxima rodada.

Com apenas uma vitória em cinco jogos disputados neste Brasileirão, o Flamengo ocupa somente o 14º lugar da tabela, apesar dos investimentos no elenco nos últimos meses. O clube contratou jogadores como Diego, Conca e Éverton Ribeiro, anunciado no início da semana.

Na próxima rodada, o Flamengo vai duelar com o Avaí no domingo, na Ressacada, em Florianópolis.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.