Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
David Aguilar/EFE
David Aguilar/EFE

Time espanhol vence jogo depois de seis meses e evita recorde do Íbis

Osasuna não conseguia um resultado positivo na liga local desde outubro de 2016

Felippe Scozzafave, O Estado de S.Paulo

05 de abril de 2017 | 17h58

O Íbis é considerado o pior time de futebol do mundo. Isso porque ficou 23 partidas e quase quatro anos sem vencer sequer um jogo entre as décadas de 70 e 80, o que está registrado até mesmo no Guinness Book. E esse reinado vai continuar inalterado. Isso porque o Osasuna, time que possui certa tradição na Espanha, mas vive uma temporada desastrosa, superou o Alavés nesta quarta-feira e encerrou a série de 21 jogos sem conquistar ao menos uma vitória no campeonato local.

O último triunfo da equipe tinha sido no longínquo dia 17 de outubro de 2016, contra o Eibar, por 3 a 2, na 8ª rodada da Liga. Desde então, muita coisa aconteceu e nada do Osasuna sentir o gosto de uma vitória no Campeonato Espanhol. Na Copa do Rei, o time até conseguiu vencer um jogo contra o Granada por 2 a 0 em dezembro. Mas nada que empolgasse, pois logo na rodada seguinte a equipe foi eliminada.

No início do ano, a diretoria do clube ainda tentava evitar uma tragédia, apostando em jogadores experientes, como o goleiro italiano Sirigu, ex-titular do Paris Saint-Germain. Para o comando técnico, chegou o sérvio Petar Vasiljević, que teve duas passagens pelo clube como jogador. Em seu primeiro desafio como treinador, porém, não vai bem e, depois de quase quatro meses no comando, só agora conquistou sua primeira vitória. O retrospecto é parecido ao que ele obteve na única vez que disputou a primeira divisão do Espanhol como jogador: foi rebaixado, ficando na última posição enquanto defendia o Albacete.

Entre os jogadores mais conhecidos do Osasuna, destaque para o atacante Oriol Riera, que começou a carreira no Barcelona e teve algum brilho no Celta de Vigo, assim como Fran Mérida, que, além de passar por clubes como Arsenal e Atlético de Madrid, teve uma experiência no Brasil, disputando duas temporadas com a camisa do Atlético Paranaense.

Apesar da vitória desta quarta e o "alívio" de não virar o pior time do mundo, o resultado não deve alterar muito a situação da equipe no Campeonato Espanhol. Com apenas 14 pontos conquistados em 30 rodadas, é muito difícil acreditar que a equipe de Pamplona, no norte do país, conseguirá alcançar o Leganés, que tem 27 e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Ainda mais com esse retrospecto, já que o triunfo foi apenas o segundo da equipe em todo o torneio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.