Célio Messias
Célio Messias

Time santista se irrita com deboche de rivais em goleada

Jogadores consideraram atitude dos rivais 'desrespeitosa'

AE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2014 | 21h37

PENÁPOLIS - A goleada sofrida por 4 a 1 diante do Penapolense, na noite deste domingo, pelo Campeonato Paulista, deixou os jogadores do Santos irritados com a postura dos adversários, que foram acusados de terem debochado durante o jogo do placar elástico que derrubou o time que até então estava invicto e exibia a melhor campanha do torneio estadual - quem carrega este status agora é o Palmeiras, que neste domingo empatou por 1 a 1 com o Corinthians e manteve a sua invencibilidade.

Fora de casa, o Santos não conseguiu criar e levou dois gols em dois minutos, que transformaram a derrota em goleada. Já nos acréscimos, em uma discussão com o volante Arouca, o meia Petros, do Penapolense, levou o cartão vermelho. "Se fosse a gente que tentasse debochar deles, a repercussão seria bem maior. Eles são um time pequeno e iam reclamam para imprensa da nossa postura", reclamou o santista, que se irritou quando o adversário exibiu com a mão o número 4.

Ao sair de campo, o goleiro Aranha também lamentou a atitude dos jogadores do Penapolense, que considerou desrespeitosa. O meia Cícero, autor do gol santista neste domingo, também criticou a postura dos adversários. "O time deles estava querendo menosprezar o adversário. Eles têm que fazer isso jogando bola e não falando em campo. Foi um jogo com placar atípico. Temos que melhorar", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato PaulistaSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.