Time são-paulino minimiza empate e valoriza amistoso

Os jogadores do São Paulo deixaram em segundo plano o fato de que o time não conseguiu passar de um 0 a 0 em amistoso contra o Orlando City, no final da noite da última sexta-feira, nos Estados Unidos, onde a equipe realizou o seu primeiro teste desta sua intertemporada provocada pela disputa da Copa do Mundo.

AE, Agência Estado

21 de junho de 2014 | 11h13

Além de marcar a estreia do atacante Alan Kardec com a camisa tricolor, o confronto serviu para o técnico Muricy Ramalho promover alguns testes na equipe. Após o duelo, o goleiro Rogério Ceni fez questão de valorizar o confronto realizado em Orlando.

"O volume de jogo foi bom, com várias oportunidades, e o placar não condiz com a partida. O torcedor pode ficar um pouco frustrado, porque não tiveram gols, mas o teste foi importante para tentarmos organizar mais o time antes da volta para o Campeonato Brasileiro", disse Ceni, em declarações reproduzidas pelo site oficial do São Paulo.

O zagueiro Antonio Carlos, por sua vez, lembrou que o São Paulo teve pouco tempo para se preparar para o amistoso, depois de ter curtido um pequeno período de férias após a pausa do Campeonato Brasileiro. "Foi um amistoso bom. Eles também jogaram sério, isso que é importante. Nós treinamos cinco ou seis dias apenas, então é bom para entrarmos no ritmo. Foi um bom jogo, criamos muitas chances de gols. Foi bom para o time ganhar ritmo", analisou.

Já o meio-campista Souza admitiu que faltou mais competência na hora de arrematar as jogadas ofensivas, mas evitou criticar a atuação da equipe tricolor. "Criamos muito, mas acho que não fomos felizes nas finalizações. Temos que ter a compreensão do torcedor neste momento, pois é o primeiro jogo depois de dez dias parados. Conseguimos neutralizar o adversário e isso que é o importante", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.