Time tenta acabar com tabu em Curitiba

Equipe de Luxemburgo pega o Atlético-PR a partir das 16 horas e pensa em encostra no Grêmio

Daniel Akstein Batista - O Estado de S.Paulo,

31 de agosto de 2008 | 10h13

O Palmeiras já mostrou no Brasileiro deste ano que o seu forte não são os jogos fora de casa - foram apenas duas vitórias como visitante. Hoje, às 16 horas, o desafio se mostra um pouco mais difícil, em um estádio em que jamais conseguiu ganhar. O adversário é o Atlético-PR, na Arena da Baixada, onde persiste incômodo tabu.Veja também: Palmeirenses aprovam o projeto da Arena Palestra ItáliaDê seu palpite no Bolão Vip do LimãoEm seis jogos na casa do rival, desde 2000, o Palmeiras sofreu quatro derrotas e conseguiu dois empates. Marcou um gol, com o zagueiro Dininho, no revés por 2 a 1 ano passado. "Jogar na Arena é sempre difícil", avisou Vanderlei Luxemburgo, para emendar com uma pérola. "Tabu é para ser quebrado."Com o intuito de assumir a liderança em no máximo cinco rodadas - o Palmeiras tem 40 pontos, cinco a menos do que o Grêmio -, Luxemburgo sabe que a vitória hoje é fundamental para que suas pretensões sejam alcançadas. Ele sonha em acabar a próxima rodada - quinta-feira, contra o Sport, no Palestra - encostado na equipe gaúcha.O trunfo do Palmeiras para acabar com a escrita de nunca ter vencido na Arena é seu artilheiro, que conhece bem o rival: Alex Mineiro vestiu a camisa adversária em duas ocasiões. "Eles atuam de maneira agressiva, têm uma torcida fanática", alertou o goleador do Campeonato Brasileiro, com 15 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.