Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians

Time uruguaio cobra Corinthians na Fifa por atraso do pagamento de Bruno Méndez

De acordo com o Montevideo Wanderers, clube alvinegro pagou apenas a primeira das três parcelas que foram combinadas na venda do jogador

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2020 | 20h03

O Corinthians foi acionado na Fifa por não pagar duas parcelas da compra do zagueiro Bruno Méndez. O clube ainda tentou negociar com o Montevideo Wanderers, do Uruguai, pelo atraso no pagamento, mas não houve acordo. A informação foi divulgada pelo site Meu Timão.

De acordo com o veículo, o clube uruguaio informa que o Corinthians pagou apenas a primeira das três parcelas que foram combinadas na venda do jogador. A negociação foi fechada no valor de 3,5 milhões de dólares (cerca de R$ 13 milhões na cotação da época) por 90% dos direitos econômicos de Méndez.

O Corinthians chegou a confirmar que houve um problema financeiro, mas não se posicionou oficialmente sobre o caso do zagueiro e a ação do Montevideo Wanderers na Fifa. Até o momento, Méndez atuou em 11 partidas pela equipe.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o time alvinegro atrasa pagamentos de compra de jogadores. O clube também teve problemas após a chegada de Victor Cantillo, do Junior Barranquilla. O volante sequer tem o nome regularizado no BID por conta dos atrasos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.