Atlético-PR/Facebook/Reprodução
Atlético-PR/Facebook/Reprodução

Times cancelam clássico paranaense após Federação proibir transmissão no YouTube

Atlético-PR e Coritiba decidem deixar o gramado após FPF vetar transmissão de equipe contratada

O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2017 | 18h38

O clássico entre Atlético-PR e Coritiba marcado para este domingo pelo Campeonato Paranaense foi cancelado porque segundo a Federação Paranaense de Futebol (FPF), a partida não poderia ser transmitida no YouTube. Diante da proibição, os dois times se recusaram a jogar. A ideia de passar a partida pela internet foi uma iniciativa em comum das diretorias, que estavam insatisfeitas com o valor pago pela TV Globo para as partidas do Estadual.

Os times já estavam em campo para o início do jogo na Arena da Baixada quando a FPF ordenou ao árbitro Paulo Roberto Alves para não iniciar o jogo. Segundo a entidade, a equipe contratada pelos clubes para produzir a transmissão do clássico não estava credenciada pela federação local para trabalhar na partida e, por isso, teria de deixar o campo, caso contrário o jogo não iniciaria.

"A Federação mandou uma ordem para a arbitragem de que não pode ser feita a transmissão de dentro do campo porque existe o contrato com a Rede Globo e a Federação não permite que aconteça enquanto não for tirada do campo. Mas nós não temos o contrato com a Globo", disse o vice-presidente do Coritiba, José Fernando Macedo.  "Os dois clubes não venderam os seus direitos. A Federação de forma arbitrária quer que nós tiremos a nossa transmissão, que não é ligada a nenhuma tevê, é uma produtora que nós contratamos. Então, não vai ter jogo", explicou o diretor de marketing do Atlético-PR, Mauro Holzmann.

As duas diretorias discordaram da imposição de retirar a transmissão do YouTube do ar e pediram para as equipes retornarem aos vestiários. Os jogadores voltaram 45 minutos depois do horário marcado para o pontapé inicial e quiseram cumprimentar as torcidas. De mãos dados, os atletas dos clubes rivais se reuniram no centro do gramado para agradecer a presença das torcidas, que deixaram o estádio logo depois.

Mais conteúdo sobre:
Atlético-PR, Coritiba Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.