Tirem o dia de folga, pede técnico aos torcedores dos EUA

O técnico dos Estados Unidos, Juergen Klinsmann, redigiu de próprio punho uma bem-humorada carta aos torcedores norte-americanos que desejam faltar ao trabalho nesta quinta-feira para assistir ao duelo dos EUA contra a Alemanha na Copa do Mundo.

SIMON EVANS, REUTERS

26 de junho de 2014 | 08h59

Basta um empate com os alemães no jogo que começa às 13h em Recife para que os EUA se classifiquem para a próxima fase do torneio.

Parodiando um 'atestado médico', Klinsmann se dirige aos patrões e pede a eles que perdoem seus funcionários pela ausência.

A carta foi divulgada em redes sociais pela federação de futebol dos EUA.

"Eu entende que essa ausência pode reduzir a produtividade em seu ambiente de trabalho, mas posso assegurar que é por uma causa importante", escreveu Klinsmann.

"O #USMNT (sigla em inglês para a seleção dos EUA) tem um jogo crítico na Copa do Mundo contra a Alemanha e vai precisar de toda a torcida do país se quiser avançar para a próxima fase.

"Por falar nisso, vocês deveriam todos agir como um bom líder e também tirar o dia de folga. Go USA! Assinado Jurgen Klinsmann, técnico, seleção nacional dos EUA."O interesse pela equipe montada por Klinsmann para o Mundial tem batido recordes de audiência na TV dos EUA, com ampla cobertura da imprensa.

Tornou-se comum ver pessoas reunidas em bares e áreas públicas das cidades norte-americanas para assistir às partidas.

(Reportagem de Simon Evans)

Tudo o que sabemos sobre:
COPASOCCERWORLDM45USAGERFOLGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.