Tirone assina escritura e Arena Palestra será retomada

O Palmeiras e a construtora WTorre anunciaram nesta sexta-feira que chegaram a um acordo para a continuidade das obras de construção da Arena Palestra, estádio que vai substituir o Palestra Itália. Em entrevista ao Grupo Estado, o presidente palmeirense, Arnaldo Tirone, confirmou que a escritura do terreno foi assinada por ele nesta sexta-feira.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 17h18

O documento era fundamental para a WTorre pudesse dar prosseguimento às obras, paralisadas na quarta-feira, à espera exatamente da assinatura de Tirone. Os funcionários que haviam sido transferidos para outros empreendimentos da construtora voltam a trabalhar na Arena Palestra na segunda-feira.

"Mais uma etapa foi concluída, nós assinamos hoje (sexta) a escritura de perfis. Agora estamos esperançosos de que dê tudo certo. A partir de segunda-feira deve-se dar um novo ritmo à obra. O Palmeiras fez a sua parte, estamos com a consciência tranquila de ter feito o melhor para o Palmeiras", revelou Tirone.

O retorno das obras também foi confirmado por Walter Torre, proprietário da construtora, em seu Twitter. "A WTorre informa à nação palmeirense, aos paulistanos e aos brasileiros apaixonados por futebol que o Palmeiras assinou hoje a re-ratificação. E confirma que entregará em abril de 2013 uma arena da magnitude da cidade de São Paulo e (compatível) com a sempre inovadora e bonita história Palmeiras", escreveu.

A maior reclamação do Palmeiras era em relação ao seguro da obra, o chamado "seguro performance", que cobre parte do valor total da construção caso ela não saia do papel. Tirone confirma que as duas partes chegaram a um acordo.

"Esse contrato foi assinado há três anos, não foi na nossa gestão. Houve um acerto jurídico, de algumas cláusulas da escritura. O Palmeiras defendia seu lado, que foi muito bem entendido pela WTorre. Nós chegamos a um acordo com relação a essas pendências, em relação às garantias e estamos satisfeitos com o que aconteceu", garantiu o dirigente.

Tirone acha que a futura Arena Palestra segue credenciada a receber jogos da Copa do Mundo de 2014. "Para alguns jogos sim. A gente não pode descartar, mas não vai ser nem a abertura, nem o fechamento. O Palmeiras vai estar equipado com essa arena para receber alguns jogos."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasWTorreArena Palestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.