Tasso Marcelo/Estadão
Tasso Marcelo/Estadão

Tirone cogita desistir de reeleição se Palmeiras cair para Série B do Brasileiro

Presidente revela não estar motivado para a disputa presidencial que vai ocorrer em janeiro

DANIEL BATISTA, Agência Estado

12 de novembro de 2012 | 13h13

SÃO PAULO - O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, admite que pode mudar de ideia e desistir de tentar a reeleição caso a equipe seja rebaixada no Campeonato Brasileiro. O dirigente está sendo constantemente ameaçado e a cada dia perde força política no clube.

"A reeleição não é agora e nem estou com cabeça para falar do assunto. Mas o que posso dizer é que, no momento, eu não tenho motivação para tentar uma reeleição", disse o dirigente, que desde o início sempre se mostrou decidido a tentar se eleger novamente.

A eleição no Palmeiras será realizada no dia 21 de janeiro de 2013 e será a última por votação apenas entre conselheiros. A próxima, em novembro de 2014, será realizada com a votação dos sócios do clube. Nenhum candidato ainda oficializou sua candidatura, mas a tendência é que a disputa fique entre Wlademir Pescarmona, Paulo Nobre e Tirone, que caso desista, pode indicar alguém para tentar assumir o cargo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasArnaldo Tirone

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.