Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Tirone diz que briga entre Assunção e Valdivia faz parte do futebol

Dirigente do Palmeiras afirma que não vê necessidade de tomar atitude em relação aos atletas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2012 | 22h51

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, não se mostrou surpreso, tampouco incomodado com a briga entre o volante Marcos Assunção e o meia Valdivia, noticiada pelo Estado. O dirigente afirmou que não vê necessidade de conversar e nem tomar atitude em relação aos atletas.

“Não estava presente, mas fiquei sabendo que teve um bate-boca. Não acredito que tenha a necessidade de conversar com eles ou aplicar alguma punição. Isso faz parte do futebol e o bom é que não foi uma briga durante um jogo. Isso seria grave. Mas foi algo interno, que é comum acontecer”, minimizou, em entrevista ao Estado.

Marcos Assunção e Valdivia chegaram às vias de fato antes do jogo contra o Flamengo pelo fato do volante cobrar o chileno para que ele se dedicasse mais ao clube e parasse de, segundo Assunção, fazer corpo mole. Valdivia se irritou com a acusação e os dois precisaram ser contidos brigaram até ser contidos pelos companheiros de time.

Já em relação a Barcos, que claramente ficou irritado com a declaração de Tirone de que ele não deixaria o Palmeiras de jeito nenhum, mais uma vez o presidente teve de se explicar e garantiu ter se acertado com o jogador.

“Barcos é estrangeiro e se assustou com esse papo de Série B. Tive uma conversa com ele e expliquei que a ideia não é escravizá-lo. Apenas não temos interesse em vendê-lo. É claro que se chegar um Barcelona, Milan ou Chelsea e pagar sua multa, vamos ter de liberá-lo. Foi isso, só”, disse o dirigente, que garantiu já estar em paz com o atleta. “Conversamos, ele entendeu o que quis dizer e está tudo resolvido.”

 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.